mz.mpmn-digital.com
Novas receitas

Socca com Saucisson Sec

Socca com Saucisson Sec


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Leve o seu paladar em uma viagem com este prato tradicional de sudeste da França! Do chef Michael Toscano (chefe de cozinha / proprietário da Jeffrey’s Grocery, Perla e Montmarte), este entrada à base de grão de bico com couve-flor e saucisson sec é um passeio pelos sabores regionais. Combine com essas sugestões de Bordeaux do especialista sommelier Patrick Cappiello (diretor de vinhos, Pearl & Ash).

Clique aqui para ver mais receitas de couve-flor

Notas

Harmonização de vinhos de Patrick Cappiello

Harmonização de vinhos tradicionais: Um Bordeaux branco seco estruturado de Pessac-Léognan.
Por que este vinho? “A Pessac é tão conhecida pelos seus vinhos brancos como pelos tintos. As misturas semillon / sauvignon blanc fazem alguns dos vinhos brancos mais atraentes e adequados para a comida no mundo antigo. ”

Harmonização de vinhos não tradicionais: Um vinho doce de Bordeaux, da denominação Sauternes.
Por que este vinho? Estes vinhos doces desta área lendária são muito opulentos na textura, com uma rica e poderosa sensação na boca. Muitas vezes as pessoas acreditam que Sauternes só deve ser servido com pratos doces, mas os vinhos são um equilíbrio fantástico para pratos picantes e salgados como este.

Para descobrir mais e concorrer a uma viagem a Bordéus, visite o Site de vinhos de Bordeaux.

Ingredientes

  • 1 xícara de farinha de grão de bico
  • 1 xícara de água
  • 8 colheres de sopa de azeite virgem extra
  • 1½ colher de sopa de alecrim picado
  • 1 colher de sopa de cebolinha picada
  • ¾ colher de sopa de sal kosher
  • ¼ colher de chá de cominho moído
  • 1 xícara de couve-flor picada
  • Ricota, para espalhar
  • 1 cabeça de escarola amarela, folhas apenas
  • 20 fatias finas de saucisson seg
  • 1 romã semeada

SUDI SCOFFS 2: SEM RESERVA DE JANTAR: A VIDA É MELHOR FORA

A vida é melhor do lado de fora, embora jantar ao ar livre tenha se tornado um esporte competitivo, com muitos de nós, que preferem mais espontaneidade em nossas vidas, perdendo para os presunçosos bookmakers em série que aparentemente têm sua vida social mapeada até julho.

Aqui estão minhas recomendações para oito restaurantes / cafés que só podem ser reservados ou que podem ser reservados, mas ainda mantêm algumas mesas para uma socialização impulsiva. A maioria está um pouco fora do radar e mais propensa a oferecer consolo e calma para um encontro épico com amigos, família ou amantes, bem como aquele zumbido animado de conversas, comida para saborear e exclamar com prazer sobre o que é diferente para o que você cozinha sem parar em casa. E, alegria das alegrias, sendo cuidado, servido com um charme urbano solitário e sem compensação.

Kudu, O restaurante mais badalado de Peckham (perto da estação Queens Rd) administrado por Amy Corbin e seu marido chef sul-africano Patrick Williams (eles também vão se expandir em breve para Nunhead) transformaram o que costumava ser um quintal de bichas e lixeiras em um glorioso e colorido e (mais importante) oásis coberto. Os assentos do jardim secreto e do pavimento podem ser reservados, embora algumas mesas sejam mantidas para os visitantes. Os pratos de assinatura incluem a manteiga de bacon defumado com brioche da casa como pãezinhos cozidos em uma panela de cobre, pão de choux de avelã com parfait de fígado de frango e “lanches” de abacaxi defumado, potjie de mexilhões com algas marinhas cozidas na brasa. Para o brunch, espere linguiça boerewors com romesco e feijão branco, e rabanada de chocolate babka com creme de laranja e caramelo missô. www.kuducollective.com

Minnow, com vista para Clapham Common sempre teve um pátio minúsculo e vibrante lindo, pisque e você vai perder, resplandecente com luzes de fada, mas agora eles têm um terraço pavimentado bastante expandido com muitas mesas e sempre reservam algumas para o dia . Eles estão abertos do café da manhã ao jantar para todos, de um croquete a um jantar completo e no domingo das 16h às 21h servem um assado com todos os acompanhamentos, mais pudim tradicional sazonal e BYO £ 26,00 .. www.minnowclapham.co. Reino Unido

Um dos cafés com calçada mais ensolarados e movimentados ao sul do rio é o Balham's Milk London na Hildreth Street, é um favorito pessoal, mesmo que eu seja muitas vezes o “hipster” mais velho lá. É estritamente o primeiro a chegar, primeiro a ser servido e eu aconselho chegar bem antes das 10h, especialmente nos fins de semana, se você não quiser ficar na fila por muito tempo. Para o brunch, prefiro Young Betty: ovos pochê invariavelmente com bacon curado ou salmão defumado Moxon e holandês defumado divino. Abaixo, um exemplo de seus especiais de aventura. O café é excelente e, nos finais de semana, tem pastéis definitivos, salgados e doces da Flor além dos próprios. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s A sorveteria no coração de Balham tem um verdadeiro pátio com jardim para cafés excelentes, sorvete de leite orgânico feito em casa: os sabores de chocolate e café são excelentes, além de sundaes extravagantes de sorvete, panquecas e waffles feitos sob encomenda. www.jeffersonsicecream.com

Um favorito da intelectualidade de Islington, Bellanger (The Wolseley do norte de Londres com os mesmos proprietários) tem um espaçoso terraço pavimentado com uma elegante cobertura de dossel azul e serve um menu do Grand Café que inclui café da manhã, croques, saladas e crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, ativista culinária e social para empresas independentes, mulheres e empresas geridas por migrantes, o restaurante Asma Khan's mudou-se para Covent Garden e tem mesas reserváveis ​​na King Street para o almoço no Thali's. O prato de folha de palmeira com pequenos pratos é servido ao longo da tarde também, quando é estritamente para visitas diárias. Escolha entre Methi Chicken (cozido em molho de tomate rico e amp feno-grego), Lamb Gosht (cozido com pimenta vermelha seca e tomate amp), camarão bengali em um delicado molho de leite de coco ou berinjela vegana cozida com nozes com tamarindo. Tudo servido com bolinhos de lentilha, arroz com limão, channa dal, batata e ervilhas, chutney de tomate e poppadoms £ 20. www.darjeeling-express.com

Convoque Santorini em Notting Hill em Mazi servindo comida grega excepcional e sofisticada: manti de frutos do mar (bolinhos) evocam o azul Med, lula são filigranas leves e loukoumades (uma espécie de donut grego) com mel de lavanda, nozes esmagadas e sorvete de chocolate uma sobremesa decadente. Há um belo pátio ajardinado caiado de branco com móveis naquele azul deslumbrante tão familiar dos feriados gregos. www.mazi.co.uk

O Soho está lotado no momento, embora valha a pena arriscar A casa francesa para comida de bistrô francesa e britânica excelente e corajosa, cortesia de Neil Borthwick, chef-proprietário e parceiro de Angela Hartnett. Experimente o melhor tarama com rabanetes gordos e folhas bem trabalhadas, navarin de cordeiro da primavera e o livro Paris-Brest & # 8211 um chocolate pão de choux picado com avelã e seco, que leva o nome da famosa corrida de bicicleta. Algumas das dezenas de mesas na rua podem ser reservadas, embora a maioria seja primeiro a chegar, primeiro a ser servida. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: SEM RESERVA DE JANTAR: A VIDA É MELHOR FORA

A vida é melhor do lado de fora, embora jantar ao ar livre tenha se tornado um esporte competitivo, com muitos de nós, que preferem mais espontaneidade em nossas vidas, perdendo para os presunçosos bookmakers em série que aparentemente têm sua vida social mapeada até julho.

Aqui estão minhas recomendações para oito restaurantes / cafés que só podem ser reservados ou que podem ser reservados, mas ainda mantêm algumas mesas para uma socialização impulsiva. A maioria está um pouco fora do radar e mais propensa a oferecer consolo e calma para um encontro épico com amigos, família ou amantes, bem como aquele zumbido animado de conversas, comida para saborear e exclamar com prazer sobre o que é diferente para o que você cozinha sem parar em casa. E, alegria das alegrias, sendo cuidado, servido com um charme urbano solitário e sem compensação.

Kudu, O restaurante mais badalado de Peckham (perto da estação Queens Rd) administrado por Amy Corbin e seu marido chef sul-africano Patrick Williams (eles também vão se expandir em breve para Nunhead) transformaram o que costumava ser um quintal de bichas e lixeiras em um glorioso e colorido e (mais importante) oásis coberto. Os assentos do jardim secreto e do pavimento podem ser reservados, embora algumas mesas sejam mantidas para os visitantes. Os pratos de assinatura incluem a manteiga de bacon defumado com brioche da casa como pãezinhos cozidos em uma panela de cobre, pão de choux de avelã com parfait de fígado de frango e “lanches” de abacaxi defumado, potjie de mexilhões com algas marinhas cozidas na brasa. Para o brunch, espere linguiça boerewors com romesco e feijão branco, e rabanada de chocolate babka com creme de laranja e caramelo missô. www.kuducollective.com

Minnow, com vista para Clapham Common sempre teve um pátio minúsculo e vibrante lindo, pisque e você vai perder, resplandecente com luzes de fada, mas agora eles têm um terraço pavimentado bastante expandido com muitas mesas e sempre reservam algumas para o dia . Eles estão abertos do café da manhã ao jantar para todos, de um croquete a um jantar completo e no domingo das 16h às 21h servem um assado com todos os acompanhamentos, mais pudim tradicional sazonal e BYO £ 26,00 .. www.minnowclapham.co. Reino Unido

Um dos cafés com calçada mais ensolarados e movimentados ao sul do rio é o Balham's Milk London na Hildreth Street, é um favorito pessoal, mesmo que eu seja muitas vezes o “hipster” mais velho lá. É estritamente o primeiro a chegar, primeiro a ser servido e eu aconselho chegar bem antes das 10h, especialmente nos fins de semana, se você não quiser ficar na fila por muito tempo. Para o brunch, prefiro Young Betty: ovos pochê invariavelmente com bacon curado ou salmão defumado Moxon e holandês defumado divino. Abaixo, um exemplo de seus especiais de aventura. O café é excelente e, nos finais de semana, tem pastéis definitivos, salgados e doces da Flor além dos próprios. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s A sorveteria no coração de Balham tem um verdadeiro pátio com jardim para cafés excelentes, sorvete de leite orgânico feito em casa: os sabores de chocolate e café são excelentes, além de sundaes extravagantes de sorvete, panquecas e waffles feitos sob encomenda. www.jeffersonsicecream.com

Um favorito da intelectualidade de Islington, Bellanger (The Wolseley do norte de Londres com os mesmos proprietários) tem um espaçoso terraço pavimentado com uma elegante cobertura de dossel azul e serve um menu do Grand Café que inclui café da manhã, croques, saladas e crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, ativista culinária e social para empresas independentes, mulheres e empresas geridas por migrantes, o restaurante Asma Khan's mudou-se para Covent Garden e tem mesas reserváveis ​​na King Street para o almoço no Thali's. O prato de folha de palmeira com pequenos pratos é servido ao longo da tarde também, quando é estritamente para visitas diárias. Escolha entre Methi Chicken (cozido em molho de tomate rico e amp feno-grego), Lamb Gosht (cozido com pimenta vermelha seca e tomate amp), camarão bengali em um delicado molho de leite de coco ou berinjela vegana cozida com nozes com tamarindo. Tudo servido com bolinhos de lentilha, arroz com limão, channa dal, batata e ervilhas, chutney de tomate e poppadoms £ 20. www.darjeeling-express.com

Convoque Santorini em Notting Hill em Mazi servindo comida grega excepcional e sofisticada: manti de frutos do mar (bolinhos) evocam o azul Med, lula são filigranas leves e loukoumades (uma espécie de donut grego) com mel de lavanda, nozes esmagadas e sorvete de chocolate uma sobremesa decadente. Há um belo pátio ajardinado caiado de branco com móveis naquele azul deslumbrante tão familiar dos feriados gregos. www.mazi.co.uk

O Soho está lotado no momento, embora valha a pena arriscar A casa francesa para comida de bistrô francesa e britânica excelente e corajosa, cortesia de Neil Borthwick, chef-proprietário e parceiro de Angela Hartnett. Experimente o melhor tarama com rabanetes gordos e folhas bem trabalhadas, navarin de cordeiro da primavera e o livro Paris-Brest & # 8211 um chocolate pão de choux picado com avelã e seco, que leva o nome da famosa corrida de bicicleta. Algumas das dezenas de mesas na rua podem ser reservadas, embora a maioria seja primeiro a chegar, primeiro a ser servida. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: SEM RESERVA DE JANTAR: A VIDA É MELHOR FORA

A vida é melhor do lado de fora, embora jantar ao ar livre tenha se tornado um esporte competitivo, com muitos de nós, que preferem mais espontaneidade em nossas vidas, perdendo para os presunçosos bookmakers em série que aparentemente têm sua vida social mapeada até julho.

Aqui estão minhas recomendações para oito restaurantes / cafés que só podem ser reservados ou que podem ser reservados, mas ainda mantêm algumas mesas para uma socialização impulsiva. A maioria está um pouco fora do radar e mais propensa a oferecer consolo e calma para um encontro épico com amigos, família ou amantes, bem como aquele zumbido animado de conversas, comida para saborear e exclamar com prazer sobre o que é diferente para o que você cozinha sem parar em casa. E, alegria das alegrias, sendo cuidado, servido com um charme urbano solitário e sem compensação.

Kudu, O restaurante mais badalado de Peckham (perto da estação Queens Rd) administrado por Amy Corbin e seu marido chef sul-africano Patrick Williams (eles também vão se expandir em breve para Nunhead) transformaram o que costumava ser um quintal de bichas e lixeiras em um glorioso e colorido e (mais importante) oásis coberto. Os assentos do jardim secreto e do pavimento podem ser reservados, embora algumas mesas sejam mantidas para os visitantes. Os pratos de assinatura incluem a manteiga de bacon defumado com brioche da casa como pãezinhos cozidos em uma panela de cobre, pão de choux de avelã com parfait de fígado de frango e “lanches” de abacaxi defumado, potjie de mexilhões com algas marinhas cozidas na brasa. Para o brunch, espere linguiça boerewors com romesco e feijão branco, e rabanada de chocolate babka com creme de laranja e caramelo missô. www.kuducollective.com

Minnow, com vista para Clapham Common sempre teve um pátio minúsculo e vibrante lindo, pisque e você vai perder, resplandecente com luzes de fada, mas agora eles têm um terraço pavimentado bastante expandido com muitas mesas e sempre reservam algumas para o dia . Eles estão abertos do café da manhã ao jantar para todos, de um croquete a um jantar completo e no domingo das 16h às 21h servem um assado com todos os acompanhamentos, mais pudim tradicional sazonal e BYO £ 26,00 .. www.minnowclapham.co. Reino Unido

Um dos cafés com calçada mais ensolarados e movimentados ao sul do rio é o Balham's Milk London na Hildreth Street, é um favorito pessoal, mesmo que eu seja muitas vezes o “hipster” mais velho lá. É estritamente o primeiro a chegar, primeiro a ser servido e eu aconselho chegar bem antes das 10h, especialmente nos fins de semana, se você não quiser ficar na fila por muito tempo. Para o brunch, prefiro Young Betty: ovos pochê invariavelmente com bacon curado ou salmão defumado Moxon e holandês defumado divino. Abaixo, um exemplo de seus especiais de aventura. O café é excelente e, nos finais de semana, tem pastéis definitivos, salgados e doces da Flor além dos próprios. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s A sorveteria no coração de Balham tem um verdadeiro pátio com jardim para cafés excelentes, sorvete de leite orgânico feito em casa: os sabores de chocolate e café são excelentes, além de sundaes extravagantes de sorvete, panquecas e waffles feitos sob encomenda. www.jeffersonsicecream.com

Um favorito da intelectualidade de Islington, Bellanger (The Wolseley do norte de Londres com os mesmos proprietários) tem um espaçoso terraço pavimentado com uma elegante cobertura de dossel azul e serve um menu do Grand Café que inclui café da manhã, croques, saladas e crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, ativista culinária e social para empresas independentes, mulheres e empresas geridas por migrantes, o restaurante Asma Khan's mudou-se para Covent Garden e tem mesas reserváveis ​​na King Street para o almoço no Thali's. O prato de folha de palmeira com pequenos pratos é servido ao longo da tarde também, quando é estritamente para visitas diárias. Escolha entre Methi Chicken (cozido em molho de tomate rico e amp feno-grego), Lamb Gosht (cozido com pimenta vermelha seca e tomate amp), camarão bengali em um delicado molho de leite de coco ou berinjela vegana cozida com nozes com tamarindo. Tudo servido com bolinhos de lentilha, arroz com limão, channa dal, batata e ervilhas, chutney de tomate e poppadoms £ 20. www.darjeeling-express.com

Convoque Santorini em Notting Hill em Mazi servindo comida grega excepcional e sofisticada: manti de frutos do mar (bolinhos) evocam o azul Med, lula são filigranas leves e loukoumades (uma espécie de donut grego) com mel de lavanda, nozes esmagadas e sorvete de chocolate uma sobremesa decadente. Há um belo pátio ajardinado caiado de branco com móveis naquele azul deslumbrante tão familiar dos feriados gregos. www.mazi.co.uk

O Soho está lotado no momento, embora valha a pena arriscar A casa francesa para comida de bistrô francesa e britânica excelente e corajosa, cortesia de Neil Borthwick, chef-proprietário e parceiro de Angela Hartnett. Experimente o melhor tarama com rabanetes gordos e folhas bem trabalhadas, navarin de cordeiro da primavera e o livro Paris-Brest & # 8211 um chocolate pão de choux picado com avelã e seco, que leva o nome da famosa corrida de bicicleta. Algumas das dezenas de mesas na rua podem ser reservadas, embora a maioria seja primeiro a chegar, primeiro a ser servida. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: SEM RESERVA DE JANTAR: A VIDA É MELHOR FORA

A vida é melhor do lado de fora, embora jantar ao ar livre tenha se tornado um esporte competitivo, com muitos de nós, que preferem mais espontaneidade em nossas vidas, perdendo para os presunçosos bookmakers em série que aparentemente têm sua vida social mapeada até julho.

Aqui estão minhas recomendações para oito restaurantes / cafés que só podem ser reservados ou que podem ser reservados, mas ainda mantêm algumas mesas para uma socialização impulsiva. A maioria está um pouco fora do radar e mais propensa a oferecer consolo e calma para um encontro épico com amigos, família ou amantes, bem como aquele zumbido animado de conversas, comida para saborear e exclamar com prazer sobre o que é diferente para o que você cozinha sem parar em casa. E, alegria das alegrias, sendo cuidado, servido com um charme urbano solitário e sem compensação.

Kudu, O restaurante mais badalado de Peckham (perto da estação Queens Rd) administrado por Amy Corbin e seu marido chef sul-africano Patrick Williams (eles também vão se expandir em breve para Nunhead) transformaram o que costumava ser um quintal de bichas e lixeiras em um glorioso e colorido e (mais importante) oásis coberto. Os assentos do jardim secreto e do pavimento podem ser reservados, embora algumas mesas sejam mantidas para os visitantes. Os pratos de assinatura incluem a manteiga de bacon defumado com brioche da casa como pãezinhos cozidos em uma panela de cobre, pão de choux de avelã com parfait de fígado de frango e “lanches” de abacaxi defumado, potjie de mexilhões com algas marinhas cozidas na brasa. Para o brunch, espere linguiça boerewors com romesco e feijão branco, e rabanada de chocolate babka com creme de laranja e caramelo missô. www.kuducollective.com

Minnow, com vista para Clapham Common sempre teve um pátio minúsculo e vibrante lindo, pisque e você vai perder, resplandecente com luzes de fada, mas agora eles têm um terraço pavimentado bastante expandido com muitas mesas e sempre reservam algumas para o dia . Eles estão abertos do café da manhã ao jantar para todos, de um croquete a um jantar completo e no domingo das 16h às 21h servem um assado com todos os acompanhamentos, mais pudim tradicional sazonal e BYO £ 26,00 .. www.minnowclapham.co. Reino Unido

Um dos cafés com calçada mais ensolarados e movimentados ao sul do rio é o Balham's Milk London na Hildreth Street, é um favorito pessoal, mesmo que eu seja muitas vezes o “hipster” mais velho lá. É estritamente o primeiro a chegar, primeiro a ser servido e eu aconselho chegar bem antes das 10h, especialmente nos fins de semana, se você não quiser ficar na fila por muito tempo. Para o brunch, prefiro Young Betty: ovos pochê invariavelmente com bacon curado ou salmão defumado Moxon e holandês defumado divino. Abaixo, um exemplo de seus especiais de aventura. O café é excelente e, nos finais de semana, tem pastéis definitivos, salgados e doces da Flor além dos próprios. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s A sorveteria no coração de Balham tem um verdadeiro pátio com jardim para cafés excelentes, sorvete de leite orgânico feito em casa: os sabores de chocolate e café são excelentes, além de sundaes extravagantes de sorvete, panquecas e waffles feitos sob encomenda. www.jeffersonsicecream.com

Um favorito da intelectualidade de Islington, Bellanger (The Wolseley do norte de Londres com os mesmos proprietários) tem um espaçoso terraço pavimentado com uma elegante cobertura de dossel azul e serve um menu do Grand Café que inclui café da manhã, croques, saladas e crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, ativista culinária e social para empresas independentes, mulheres e empresas geridas por migrantes, o restaurante Asma Khan's mudou-se para Covent Garden e tem mesas reserváveis ​​na King Street para o almoço no Thali's. O prato de folha de palmeira com pequenos pratos é servido ao longo da tarde também, quando é estritamente para visitas diárias. Escolha entre Methi Chicken (cozido em molho de tomate rico e amp feno-grego), Lamb Gosht (cozido com pimenta vermelha seca e tomate amp), camarão bengali em um delicado molho de leite de coco ou berinjela vegana cozida com nozes com tamarindo. Tudo servido com bolinhos de lentilha, arroz com limão, channa dal, batata e ervilhas, chutney de tomate e poppadoms £ 20. www.darjeeling-express.com

Convoque Santorini em Notting Hill em Mazi servindo comida grega excepcional e sofisticada: manti de frutos do mar (bolinhos) evocam o azul Med, lula são filigranas leves e loukoumades (uma espécie de donut grego) com mel de lavanda, nozes esmagadas e sorvete de chocolate uma sobremesa decadente. Há um belo pátio ajardinado caiado de branco com móveis naquele azul deslumbrante tão familiar dos feriados gregos. www.mazi.co.uk

O Soho está lotado no momento, embora valha a pena arriscar A casa francesa para comida de bistrô francesa e britânica excelente e corajosa, cortesia de Neil Borthwick, chef-proprietário e parceiro de Angela Hartnett. Experimente o melhor tarama com rabanetes gordos e folhas bem trabalhadas, navarin de cordeiro da primavera e o livro Paris-Brest & # 8211 um chocolate pão de choux picado com avelã e seco, que leva o nome da famosa corrida de bicicleta. Algumas das dezenas de mesas na rua podem ser reservadas, embora a maioria seja primeiro a chegar, primeiro a ser servida. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: SEM RESERVA DE JANTAR: A VIDA É MELHOR FORA

A vida é melhor do lado de fora, embora jantar ao ar livre tenha se tornado um esporte competitivo, com muitos de nós, que preferem mais espontaneidade em nossas vidas, perdendo para os presunçosos bookmakers em série que aparentemente têm sua vida social mapeada até julho.

Aqui estão minhas recomendações para oito restaurantes / cafés que só podem ser reservados ou que podem ser reservados, mas ainda mantêm algumas mesas para uma socialização impulsiva. A maioria está um pouco fora do radar e mais propensa a oferecer consolo e calma para um encontro épico com amigos, família ou amantes, bem como aquele zumbido animado de conversas, comida para saborear e exclamar com prazer sobre o que é diferente para o que você cozinha sem parar em casa. E, alegria das alegrias, sendo cuidado, servido com um charme urbano solitário e sem compensação.

Kudu, O restaurante mais badalado de Peckham (perto da estação Queens Rd) administrado por Amy Corbin e seu marido chef sul-africano Patrick Williams (eles também vão se expandir em breve para Nunhead) transformaram o que costumava ser um quintal de bichas e lixeiras em um glorioso e colorido e (mais importante) oásis coberto. Os assentos do jardim secreto e do pavimento podem ser reservados, embora algumas mesas sejam mantidas para os visitantes. Os pratos de assinatura incluem a manteiga de bacon defumado com brioche da casa como pãezinhos cozidos em uma panela de cobre, pão de choux de avelã com parfait de fígado de frango e “lanches” de abacaxi defumado, potjie de mexilhões com algas marinhas cozidas na brasa. Para o brunch, espere linguiça boerewors com romesco e feijão branco, e rabanada de chocolate babka com creme de laranja e caramelo missô. www.kuducollective.com

Minnow, com vista para Clapham Common sempre teve um pátio minúsculo e vibrante lindo, pisque e você vai perder, resplandecente com luzes de fada, mas agora eles têm um terraço pavimentado bastante expandido com muitas mesas e sempre reservam algumas para o dia . Eles estão abertos do café da manhã ao jantar para todos, de um croquete a um jantar completo e no domingo das 16h às 21h servem um assado com todos os acompanhamentos, mais pudim tradicional sazonal e BYO £ 26,00 .. www.minnowclapham.co. Reino Unido

Um dos cafés com calçada mais ensolarados e movimentados ao sul do rio é o Balham's Milk London na Hildreth Street, é um favorito pessoal, mesmo que eu seja muitas vezes o “hipster” mais velho lá. É estritamente o primeiro a chegar, primeiro a ser servido e eu aconselho chegar bem antes das 10h, especialmente nos fins de semana, se você não quiser ficar na fila por muito tempo. Para o brunch, prefiro Young Betty: ovos pochê invariavelmente com bacon curado ou salmão defumado Moxon e holandês defumado divino. Abaixo, um exemplo de seus especiais de aventura. O café é excelente e, nos finais de semana, tem pastéis definitivos, salgados e doces da Flor além dos próprios. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s A sorveteria no coração de Balham tem um verdadeiro pátio com jardim para cafés excelentes, sorvete de leite orgânico feito em casa: os sabores de chocolate e café são excelentes, além de sundaes extravagantes de sorvete, panquecas e waffles feitos sob encomenda. www.jeffersonsicecream.com

Um favorito da intelectualidade de Islington, Bellanger (The Wolseley do norte de Londres com os mesmos proprietários) tem um espaçoso terraço pavimentado com uma elegante cobertura de dossel azul e serve um menu do Grand Café que inclui café da manhã, croques, saladas e crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, ativista culinária e social para empresas independentes, mulheres e empresas geridas por migrantes, o restaurante Asma Khan's mudou-se para Covent Garden e tem mesas reserváveis ​​na King Street para o almoço no Thali's. O prato de folha de palmeira com pequenos pratos é servido ao longo da tarde também, quando é estritamente para visitas diárias. Escolha entre Methi Chicken (cozido em molho de tomate rico e amp feno-grego), Lamb Gosht (cozido com pimenta vermelha seca e tomate amp), camarão bengali em um delicado molho de leite de coco ou berinjela vegana cozida com nozes com tamarindo. Tudo servido com bolinhos de lentilha, arroz com limão, channa dal, batata e ervilhas, chutney de tomate e poppadoms £ 20. www.darjeeling-express.com

Convoque Santorini em Notting Hill em Mazi servindo comida grega excepcional e sofisticada: manti de frutos do mar (bolinhos) evocam o azul Med, lula são filigranas leves e loukoumades (uma espécie de donut grego) com mel de lavanda, nozes esmagadas e sorvete de chocolate uma sobremesa decadente. Há um belo pátio ajardinado caiado de branco com móveis naquele azul deslumbrante tão familiar dos feriados gregos. www.mazi.co.uk

O Soho está lotado no momento, embora valha a pena arriscar A casa francesa para comida de bistrô francesa e britânica excelente e corajosa, cortesia de Neil Borthwick, chef-proprietário e parceiro de Angela Hartnett. Experimente o melhor tarama com rabanetes gordos e folhas bem trabalhadas, navarin de cordeiro da primavera e o livro Paris-Brest & # 8211 um chocolate pão de choux picado com avelã e seco, que leva o nome da famosa corrida de bicicleta. Algumas das dezenas de mesas na rua podem ser reservadas, embora a maioria seja primeiro a chegar, primeiro a ser servida. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: SEM RESERVA DE JANTAR: A VIDA É MELHOR FORA

A vida é melhor do lado de fora, embora jantar ao ar livre tenha se tornado um esporte competitivo, com muitos de nós, que preferem mais espontaneidade em nossas vidas, perdendo para os presunçosos bookmakers em série que aparentemente têm sua vida social mapeada até julho.

Aqui estão minhas recomendações para oito restaurantes / cafés que só podem ser reservados ou que podem ser reservados, mas ainda mantêm algumas mesas para uma socialização impulsiva. A maioria está um pouco fora do radar e mais propensa a oferecer consolo e calma para um encontro épico com amigos, família ou amantes, bem como aquele zumbido animado de conversas, comida para saborear e exclamar com prazer sobre o que é diferente para o que você cozinha sem parar em casa. E, alegria das alegrias, sendo cuidado, servido com um charme urbano solitário e sem compensação.

Kudu, O restaurante mais badalado de Peckham (perto da estação Queens Rd) administrado por Amy Corbin e seu marido chef sul-africano Patrick Williams (eles também vão se expandir em breve para Nunhead) transformaram o que costumava ser um quintal de bichas e lixeiras em um glorioso e colorido e (mais importante) oásis coberto. Os assentos do jardim secreto e do pavimento podem ser reservados, embora algumas mesas sejam mantidas para os visitantes. Os pratos de assinatura incluem a manteiga de bacon defumado com brioche da casa como pãezinhos cozidos em uma panela de cobre, pão de choux de avelã com parfait de fígado de frango e “lanches” de abacaxi defumado, potjie de mexilhões com algas marinhas cozidas na brasa. Para o brunch, espere linguiça boerewors com romesco e feijão branco, e rabanada de chocolate babka com creme de laranja e caramelo missô. www.kuducollective.com

Minnow, com vista para Clapham Common sempre teve um pátio minúsculo e vibrante lindo, pisque e você vai perder, resplandecente com luzes de fada, mas agora eles têm um terraço pavimentado bastante expandido com muitas mesas e sempre reservam algumas para o dia . Eles estão abertos do café da manhã ao jantar para todos, de um croquete a um jantar completo e no domingo das 16h às 21h servem um assado com todos os acompanhamentos, mais pudim tradicional sazonal e BYO £ 26,00 .. www.minnowclapham.co. Reino Unido

Um dos cafés com calçada mais ensolarados e movimentados ao sul do rio é o Balham's Milk London na Hildreth Street, é um favorito pessoal, mesmo que eu seja muitas vezes o “hipster” mais velho lá. É estritamente o primeiro a chegar, primeiro a ser servido e eu aconselho chegar bem antes das 10h, especialmente nos fins de semana, se você não quiser ficar na fila por muito tempo. Para o brunch, prefiro Young Betty: ovos pochê invariavelmente com bacon curado ou salmão defumado Moxon e holandês defumado divino. Abaixo, um exemplo de seus especiais de aventura. O café é excelente e, nos finais de semana, tem pastéis definitivos, salgados e doces da Flor além dos próprios. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s A sorveteria no coração de Balham tem um verdadeiro pátio com jardim para cafés excelentes, sorvete de leite orgânico feito em casa: os sabores de chocolate e café são excelentes, além de sundaes extravagantes de sorvete, panquecas e waffles feitos sob encomenda. www.jeffersonsicecream.com

Um favorito da intelectualidade de Islington, Bellanger (The Wolseley do norte de Londres com os mesmos proprietários) tem um espaçoso terraço pavimentado com uma elegante cobertura de dossel azul e serve um menu do Grand Café que inclui café da manhã, croques, saladas e crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, ativista culinária e social para empresas independentes, mulheres e empresas geridas por migrantes, o restaurante Asma Khan's mudou-se para Covent Garden e tem mesas reserváveis ​​na King Street para o almoço no Thali's. O prato de folha de palmeira com pequenos pratos é servido ao longo da tarde também, quando é estritamente para visitas diárias. Choose from Methi Chicken (cooked in rich tomato sauce & fenugreek), Lamb Gosht (cooked with dried red chillies & tomato), Bengali Prawns in a delicate coconut milk sauce or vegan aubergine cooked with nuts with tamarind. All served with lentil fritters, lemon rice, channa dal, potato and peas, tomato chutney and poppadoms £20. www.darjeeling-express.com

Summon up Santorini in Notting Hill at Mazi serving exceptional, sophisticated Greek food: seafood manti (dumplings) evoke the azure Med, calamari are filigree light and loukoumades (a kind of Greek doughnut) with lavender honey, crushed walnuts and chocolate sorbet a decadent dessert. There is a pretty whitewashed patio garden with furniture in that dazzling blue so familiar from Greek holidays. www.mazi.co.uk

Soho is packed at the moment, though it is worth taking a chance on The French House for outstanding gutsy, stripped back French & British bistro food courtesy of Neil Borthwick, chef-proprietor and partner of Angela Hartnett.Try the finest tarama with fat radishes and sharply dressed leaves, Spring lamb navarin and textbook Paris-Brest – a chocolate-drenched, hazelnut-spiked choux bun named after the famous cycle race. A few of the dozen-ish tables on the street are bookable though most are first-come-first-served. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: NO RESERVATION DINING: LIFE IS BETTER OUTSIDE

Life is better outside, though dining out al fresco has become a competitive sport with many of us who prefer more spontaneity in our lives losing out to smug serial bookers who seemingly have their social life mapped out until July.

Here are my recommendations for eight restaurants/cafes that are either walk-in only or bookable yet keep some tables back for spur-of-the-moment socialising. Most are a little under-the-radar and more likely to offer solace and calm for an epic catch-up with friends, family or lovers as well as that so missed lively hum of conversation, food to savour and exclaim with pleasure over that’s different to what you’ve been cooking endlessly at home. And, joy of joys, being looked after, waited on with soliticious urbane charm and no clearing up.

Kudu, Peckham’s hottest restaurant (close to Queens Rd station) run by Amy Corbin and her South African chef husband Patrick Williams (they’re soon to expand to Nunhead too) have converted what used to be the fag and bin backyard into a glorious, colourful and (importantly) covered oasis. Both the secret garden and pavement seats are bookable, though some tables are kept back for walk-ins. Signature dishes include the smoked bacon butter with house brioche like rolls cooked in a copper pan, hazelnut choux bun with chicken liver parfait and smoked pineapple “snacks”, mussels potjie with seaweed cooked over coals. For brunch, expect boerewors sausage with romesco and white beans, and French toast chocolate babka with orange cream and miso caramel. www.kuducollective.com

Minnow, overlooking Clapham Common has always had a gorgeous, blink-and-you-will-miss-it tiny vibrant patio out back resplendent with fairy lights but now they have a greatly expanded pavement terrace with plenty of tables and always keep some back for the day. They’re open from breakfast through to dinner for every from a croquette snack to a full blown dinner and on Sunday from 4pm-9pm serve a roast with all the trimmings plus seasonal trad pudding and BYO £26.00.. www.minnowclapham.co.uk

One of the sunniest and busiest pavement cafes South of the River is Balham’s Milk London on Hildreth Street, it is a personal favourite, even if I am often the oldest “hipster” there. It is strictly first come first served and I would advise arriving well before 10am especially at weekends if you don’t want to queue for ages. For brunch, I favour Young Betty: invariably perfectly poached eggs with dry-cured bacon or Moxon’s smoked salmon and divine smoked hollandaise. Below, an example of their adventurous specials. The coffee is excellent, and, at weekends, they have definitive pastries, savoury & sweet from Flor besides their own. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s ice-cream parlour in the heart of Balham has a real suntrap patio garden for excellent coffees, housemade organic milk ice-cream: the chocolate and coffee flavours are both superb, plus extravagant ice-cream sundaes, pancakes and waffles made to order. www.jeffersonsicecream.com

A favourite of Islington intelligentsia, Bellanger (North London’s The Wolseley with the same owners) has a spacious pavement terrace with a smart blue canopy cover and serves a Grand Cafe menu encompassing breakfast, croques, salads and crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, culinary and social activist for independent businesses, female and migrant run enterprises, Asma Khan’s restaurant has moved to Covent Garden and has bookable tables on King Street for lunchtime Thali’s. The palm leaf platter of small dishes is served throughout the afternoon too when it is strictly walk-ins only. Choose from Methi Chicken (cooked in rich tomato sauce & fenugreek), Lamb Gosht (cooked with dried red chillies & tomato), Bengali Prawns in a delicate coconut milk sauce or vegan aubergine cooked with nuts with tamarind. All served with lentil fritters, lemon rice, channa dal, potato and peas, tomato chutney and poppadoms £20. www.darjeeling-express.com

Summon up Santorini in Notting Hill at Mazi serving exceptional, sophisticated Greek food: seafood manti (dumplings) evoke the azure Med, calamari are filigree light and loukoumades (a kind of Greek doughnut) with lavender honey, crushed walnuts and chocolate sorbet a decadent dessert. There is a pretty whitewashed patio garden with furniture in that dazzling blue so familiar from Greek holidays. www.mazi.co.uk

Soho is packed at the moment, though it is worth taking a chance on The French House for outstanding gutsy, stripped back French & British bistro food courtesy of Neil Borthwick, chef-proprietor and partner of Angela Hartnett.Try the finest tarama with fat radishes and sharply dressed leaves, Spring lamb navarin and textbook Paris-Brest – a chocolate-drenched, hazelnut-spiked choux bun named after the famous cycle race. A few of the dozen-ish tables on the street are bookable though most are first-come-first-served. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: NO RESERVATION DINING: LIFE IS BETTER OUTSIDE

Life is better outside, though dining out al fresco has become a competitive sport with many of us who prefer more spontaneity in our lives losing out to smug serial bookers who seemingly have their social life mapped out until July.

Here are my recommendations for eight restaurants/cafes that are either walk-in only or bookable yet keep some tables back for spur-of-the-moment socialising. Most are a little under-the-radar and more likely to offer solace and calm for an epic catch-up with friends, family or lovers as well as that so missed lively hum of conversation, food to savour and exclaim with pleasure over that’s different to what you’ve been cooking endlessly at home. And, joy of joys, being looked after, waited on with soliticious urbane charm and no clearing up.

Kudu, Peckham’s hottest restaurant (close to Queens Rd station) run by Amy Corbin and her South African chef husband Patrick Williams (they’re soon to expand to Nunhead too) have converted what used to be the fag and bin backyard into a glorious, colourful and (importantly) covered oasis. Both the secret garden and pavement seats are bookable, though some tables are kept back for walk-ins. Signature dishes include the smoked bacon butter with house brioche like rolls cooked in a copper pan, hazelnut choux bun with chicken liver parfait and smoked pineapple “snacks”, mussels potjie with seaweed cooked over coals. For brunch, expect boerewors sausage with romesco and white beans, and French toast chocolate babka with orange cream and miso caramel. www.kuducollective.com

Minnow, overlooking Clapham Common has always had a gorgeous, blink-and-you-will-miss-it tiny vibrant patio out back resplendent with fairy lights but now they have a greatly expanded pavement terrace with plenty of tables and always keep some back for the day. They’re open from breakfast through to dinner for every from a croquette snack to a full blown dinner and on Sunday from 4pm-9pm serve a roast with all the trimmings plus seasonal trad pudding and BYO £26.00.. www.minnowclapham.co.uk

One of the sunniest and busiest pavement cafes South of the River is Balham’s Milk London on Hildreth Street, it is a personal favourite, even if I am often the oldest “hipster” there. It is strictly first come first served and I would advise arriving well before 10am especially at weekends if you don’t want to queue for ages. For brunch, I favour Young Betty: invariably perfectly poached eggs with dry-cured bacon or Moxon’s smoked salmon and divine smoked hollandaise. Below, an example of their adventurous specials. The coffee is excellent, and, at weekends, they have definitive pastries, savoury & sweet from Flor besides their own. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s ice-cream parlour in the heart of Balham has a real suntrap patio garden for excellent coffees, housemade organic milk ice-cream: the chocolate and coffee flavours are both superb, plus extravagant ice-cream sundaes, pancakes and waffles made to order. www.jeffersonsicecream.com

A favourite of Islington intelligentsia, Bellanger (North London’s The Wolseley with the same owners) has a spacious pavement terrace with a smart blue canopy cover and serves a Grand Cafe menu encompassing breakfast, croques, salads and crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, culinary and social activist for independent businesses, female and migrant run enterprises, Asma Khan’s restaurant has moved to Covent Garden and has bookable tables on King Street for lunchtime Thali’s. The palm leaf platter of small dishes is served throughout the afternoon too when it is strictly walk-ins only. Choose from Methi Chicken (cooked in rich tomato sauce & fenugreek), Lamb Gosht (cooked with dried red chillies & tomato), Bengali Prawns in a delicate coconut milk sauce or vegan aubergine cooked with nuts with tamarind. All served with lentil fritters, lemon rice, channa dal, potato and peas, tomato chutney and poppadoms £20. www.darjeeling-express.com

Summon up Santorini in Notting Hill at Mazi serving exceptional, sophisticated Greek food: seafood manti (dumplings) evoke the azure Med, calamari are filigree light and loukoumades (a kind of Greek doughnut) with lavender honey, crushed walnuts and chocolate sorbet a decadent dessert. There is a pretty whitewashed patio garden with furniture in that dazzling blue so familiar from Greek holidays. www.mazi.co.uk

Soho is packed at the moment, though it is worth taking a chance on The French House for outstanding gutsy, stripped back French & British bistro food courtesy of Neil Borthwick, chef-proprietor and partner of Angela Hartnett.Try the finest tarama with fat radishes and sharply dressed leaves, Spring lamb navarin and textbook Paris-Brest – a chocolate-drenched, hazelnut-spiked choux bun named after the famous cycle race. A few of the dozen-ish tables on the street are bookable though most are first-come-first-served. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: NO RESERVATION DINING: LIFE IS BETTER OUTSIDE

Life is better outside, though dining out al fresco has become a competitive sport with many of us who prefer more spontaneity in our lives losing out to smug serial bookers who seemingly have their social life mapped out until July.

Here are my recommendations for eight restaurants/cafes that are either walk-in only or bookable yet keep some tables back for spur-of-the-moment socialising. Most are a little under-the-radar and more likely to offer solace and calm for an epic catch-up with friends, family or lovers as well as that so missed lively hum of conversation, food to savour and exclaim with pleasure over that’s different to what you’ve been cooking endlessly at home. And, joy of joys, being looked after, waited on with soliticious urbane charm and no clearing up.

Kudu, Peckham’s hottest restaurant (close to Queens Rd station) run by Amy Corbin and her South African chef husband Patrick Williams (they’re soon to expand to Nunhead too) have converted what used to be the fag and bin backyard into a glorious, colourful and (importantly) covered oasis. Both the secret garden and pavement seats are bookable, though some tables are kept back for walk-ins. Signature dishes include the smoked bacon butter with house brioche like rolls cooked in a copper pan, hazelnut choux bun with chicken liver parfait and smoked pineapple “snacks”, mussels potjie with seaweed cooked over coals. For brunch, expect boerewors sausage with romesco and white beans, and French toast chocolate babka with orange cream and miso caramel. www.kuducollective.com

Minnow, overlooking Clapham Common has always had a gorgeous, blink-and-you-will-miss-it tiny vibrant patio out back resplendent with fairy lights but now they have a greatly expanded pavement terrace with plenty of tables and always keep some back for the day. They’re open from breakfast through to dinner for every from a croquette snack to a full blown dinner and on Sunday from 4pm-9pm serve a roast with all the trimmings plus seasonal trad pudding and BYO £26.00.. www.minnowclapham.co.uk

One of the sunniest and busiest pavement cafes South of the River is Balham’s Milk London on Hildreth Street, it is a personal favourite, even if I am often the oldest “hipster” there. It is strictly first come first served and I would advise arriving well before 10am especially at weekends if you don’t want to queue for ages. For brunch, I favour Young Betty: invariably perfectly poached eggs with dry-cured bacon or Moxon’s smoked salmon and divine smoked hollandaise. Below, an example of their adventurous specials. The coffee is excellent, and, at weekends, they have definitive pastries, savoury & sweet from Flor besides their own. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s ice-cream parlour in the heart of Balham has a real suntrap patio garden for excellent coffees, housemade organic milk ice-cream: the chocolate and coffee flavours are both superb, plus extravagant ice-cream sundaes, pancakes and waffles made to order. www.jeffersonsicecream.com

A favourite of Islington intelligentsia, Bellanger (North London’s The Wolseley with the same owners) has a spacious pavement terrace with a smart blue canopy cover and serves a Grand Cafe menu encompassing breakfast, croques, salads and crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, culinary and social activist for independent businesses, female and migrant run enterprises, Asma Khan’s restaurant has moved to Covent Garden and has bookable tables on King Street for lunchtime Thali’s. The palm leaf platter of small dishes is served throughout the afternoon too when it is strictly walk-ins only. Choose from Methi Chicken (cooked in rich tomato sauce & fenugreek), Lamb Gosht (cooked with dried red chillies & tomato), Bengali Prawns in a delicate coconut milk sauce or vegan aubergine cooked with nuts with tamarind. All served with lentil fritters, lemon rice, channa dal, potato and peas, tomato chutney and poppadoms £20. www.darjeeling-express.com

Summon up Santorini in Notting Hill at Mazi serving exceptional, sophisticated Greek food: seafood manti (dumplings) evoke the azure Med, calamari are filigree light and loukoumades (a kind of Greek doughnut) with lavender honey, crushed walnuts and chocolate sorbet a decadent dessert. There is a pretty whitewashed patio garden with furniture in that dazzling blue so familiar from Greek holidays. www.mazi.co.uk

Soho is packed at the moment, though it is worth taking a chance on The French House for outstanding gutsy, stripped back French & British bistro food courtesy of Neil Borthwick, chef-proprietor and partner of Angela Hartnett.Try the finest tarama with fat radishes and sharply dressed leaves, Spring lamb navarin and textbook Paris-Brest – a chocolate-drenched, hazelnut-spiked choux bun named after the famous cycle race. A few of the dozen-ish tables on the street are bookable though most are first-come-first-served. www.frenchhousesoho.com


SUDI SCOFFS 2: NO RESERVATION DINING: LIFE IS BETTER OUTSIDE

Life is better outside, though dining out al fresco has become a competitive sport with many of us who prefer more spontaneity in our lives losing out to smug serial bookers who seemingly have their social life mapped out until July.

Here are my recommendations for eight restaurants/cafes that are either walk-in only or bookable yet keep some tables back for spur-of-the-moment socialising. Most are a little under-the-radar and more likely to offer solace and calm for an epic catch-up with friends, family or lovers as well as that so missed lively hum of conversation, food to savour and exclaim with pleasure over that’s different to what you’ve been cooking endlessly at home. And, joy of joys, being looked after, waited on with soliticious urbane charm and no clearing up.

Kudu, Peckham’s hottest restaurant (close to Queens Rd station) run by Amy Corbin and her South African chef husband Patrick Williams (they’re soon to expand to Nunhead too) have converted what used to be the fag and bin backyard into a glorious, colourful and (importantly) covered oasis. Both the secret garden and pavement seats are bookable, though some tables are kept back for walk-ins. Signature dishes include the smoked bacon butter with house brioche like rolls cooked in a copper pan, hazelnut choux bun with chicken liver parfait and smoked pineapple “snacks”, mussels potjie with seaweed cooked over coals. For brunch, expect boerewors sausage with romesco and white beans, and French toast chocolate babka with orange cream and miso caramel. www.kuducollective.com

Minnow, overlooking Clapham Common has always had a gorgeous, blink-and-you-will-miss-it tiny vibrant patio out back resplendent with fairy lights but now they have a greatly expanded pavement terrace with plenty of tables and always keep some back for the day. They’re open from breakfast through to dinner for every from a croquette snack to a full blown dinner and on Sunday from 4pm-9pm serve a roast with all the trimmings plus seasonal trad pudding and BYO £26.00.. www.minnowclapham.co.uk

One of the sunniest and busiest pavement cafes South of the River is Balham’s Milk London on Hildreth Street, it is a personal favourite, even if I am often the oldest “hipster” there. It is strictly first come first served and I would advise arriving well before 10am especially at weekends if you don’t want to queue for ages. For brunch, I favour Young Betty: invariably perfectly poached eggs with dry-cured bacon or Moxon’s smoked salmon and divine smoked hollandaise. Below, an example of their adventurous specials. The coffee is excellent, and, at weekends, they have definitive pastries, savoury & sweet from Flor besides their own. www.milklondonshop.uk

Jefferson’s ice-cream parlour in the heart of Balham has a real suntrap patio garden for excellent coffees, housemade organic milk ice-cream: the chocolate and coffee flavours are both superb, plus extravagant ice-cream sundaes, pancakes and waffles made to order. www.jeffersonsicecream.com

A favourite of Islington intelligentsia, Bellanger (North London’s The Wolseley with the same owners) has a spacious pavement terrace with a smart blue canopy cover and serves a Grand Cafe menu encompassing breakfast, croques, salads and crepes. www.bellanger.co.uk

Darjeeling Express, culinary and social activist for independent businesses, female and migrant run enterprises, Asma Khan’s restaurant has moved to Covent Garden and has bookable tables on King Street for lunchtime Thali’s. The palm leaf platter of small dishes is served throughout the afternoon too when it is strictly walk-ins only. Choose from Methi Chicken (cooked in rich tomato sauce & fenugreek), Lamb Gosht (cooked with dried red chillies & tomato), Bengali Prawns in a delicate coconut milk sauce or vegan aubergine cooked with nuts with tamarind. All served with lentil fritters, lemon rice, channa dal, potato and peas, tomato chutney and poppadoms £20. www.darjeeling-express.com

Summon up Santorini in Notting Hill at Mazi serving exceptional, sophisticated Greek food: seafood manti (dumplings) evoke the azure Med, calamari are filigree light and loukoumades (a kind of Greek doughnut) with lavender honey, crushed walnuts and chocolate sorbet a decadent dessert. There is a pretty whitewashed patio garden with furniture in that dazzling blue so familiar from Greek holidays. www.mazi.co.uk

Soho is packed at the moment, though it is worth taking a chance on The French House for outstanding gutsy, stripped back French & British bistro food courtesy of Neil Borthwick, chef-proprietor and partner of Angela Hartnett.Try the finest tarama with fat radishes and sharply dressed leaves, Spring lamb navarin and textbook Paris-Brest – a chocolate-drenched, hazelnut-spiked choux bun named after the famous cycle race. A few of the dozen-ish tables on the street are bookable though most are first-come-first-served. www.frenchhousesoho.com


Assista o vídeo: Making Saucisson Sec Dry Salami wUMAi Dry


Comentários:

  1. Seosamh

    Sim... Discutível o suficiente, eu argumentaria com o autor...

  2. Abdikarim

    Com que tópico encantador

  3. Bralar

    Muito boa ideia

  4. Dotilar

    Você está errado. Tenho certeza. Precisamos discutir. Escreva para mim em PM.



Escreve uma mensagem